De que forma a arquitetura do Praça Nilo conversa com a natureza e a cidadeTempo de leitura: 2 min

Dentre as palavras que definem o projeto do Praça Nilo, hoje queremos tratar da contemplação. O dicionário Aulete define contemplação como a “ação ou resultado de contemplar, de observar”, a “aplicação das forças mentais em abstrações”, como a meditação, ou ainda a “observação silenciosa, atenta e refletida sobre um tema”. Em um viés mais espiritual, há quem diga que a contemplação pode trazer renovação. Assim, queremos convidar você a contemplar a cidade sob um novo olhar e renovar a sua relação com o mundo exterior.

Quando o Praça Nilo foi projetado, nosso objetivo nunca foi o de criar apenas um empreendimento visualmente atraente e com design moderno. É claro que queremos oferecer um prédio esteticamente bonito, mas, mais do que isso, queremos proporcionar uma experiência com propósito.

Dessa forma, projetamos um empreendimento que conversa com a cidade e com a natureza ao seu redor. Começando pela localização: o Praça Nilo está situado na Jaime Telles, rua do Petrópolis que mescla o cosmopolita urbano das conveniências e principais ruas de acesso da cidade com o verde constante das praças e caminhos arborizadas do bairro.

Não queríamos apenas um empreendimento que ficasse em frente a uma praça; Desejávamos um prédio que fosse integrado com o espaço verde, de forma que seus moradores pudessem aproveitar ao máximo a natureza do seu quintal, e que os visitantes da praça pudessem aproveitar a vista de um empreendimento que respeita seus arredores. Por isso, tornamos a Praça André Forster parte do Praça Nilo.

A começar pelo fato de que todos os apartamentos, sejam lofts ou duplexes, têm frente para a praça, o que permite que os moradores possam acordar, todos os dias, e se deparar com a vida natural que habita na sua vizinhança. Esse relacionamento diário com a praça agrega mais qualidade de vida e uma renovação constante de energias vitais.

Leia também: 5 motivos para escolher morar perto de uma praça

A gentileza urbana do Praça Nilo também está no fato de que seu design contemporâneo, embora carregado de referências e conceitos arquitetônicos, é extremamente simples e elegante, sem destoar negativamente do espaço onde está inserido, mas complementando a paisagem urbana e orgânica do Petrópolis.

Ouça o que nossos parceiros da Smart Arquitetura, Studio Prudencio e MAENA têm a dizer sobre o projeto arquitetônico do Praça Nilo:

Praça Nilo – Arquitetura

Vem aí a novidade da Wolens e da Smart – Arquitetura para a vida contemporânea. No Praça Nilo, cada apartamento é unico – assim como você! bit.ly/2DqJCFI

Publicado por Wolens em Quarta-feira, 17 de outubro de 2018

 

Por esses e outros motivos é que gostamos de dizer que o Praça Nilo é mais do que arquitetura. É vida urbana contemporânea!

Viva a experiência do Praça Nilo! Saiba mais no site.

Leia também: Diálogos autorais — conceituando o Praça Nilo

2 comentários sobre “De que forma a arquitetura do Praça Nilo conversa com a natureza e a cidadeTempo de leitura: 2 min

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *